segunda-feira, 4 de junho de 2012

Régua de manejo bovino - conheça o novo lançamento da Embrapa Gado de Corte

A Embrapa Gado de Corte, unidade localizada em Campo Grande (MS),como parte das comemorações de seu aniversário de 35 anos, completados no dia 28 de abril, lançou uma nova tecnologia; a régua de manejo que tem por finalidade determinar o momento correto para a entrada e a saída do gado na pastagem.
Segundo um dos criadores da tecnologia, o zootenista e difusor Haroldo Pires Queiróz, a nova ferramenta vai facilitar o trabalho de manejo da pastagem de forma adequada ao indicar para o produtor o momento certo de entrar e sair com os animais do pasto.

A régua pode ser feita de madeira, polímero ou metal e deve medir 1.20 cm. A tecnologia passou pelo processo de proteção da propriedade intelectual com solicitação junto ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), da patente de modelo de utilidade.

Segundo Haroldo Queiroz, o dispositivo traz em suas faces a indicação da altura de entrada de bovinos (na cor verde) e sua saída na pastagem (na cor vermelha) dos capins Brachiaria humidicola Comum, Brachiaria decumbens cultivar Basilisk, Brachiaria brizantha, cultivares Marandu, Xaraés e BRS-Piatã e de três cultivares do gênero Panicum, Panicum maximum X Panicum infestus cultivar Massai, Panicum maximum cultivares Tanzânia-1 e Mombaça. Na parte superior da régua há um espaço para apresentação de marcas a serem associadas ao manejo correto das pastagens.

Alexandre Agiova, pesquisador que também ajudou a criar o dispositivo lembra que nas fazendas brasileiras é comum encontrar rebanhos em áreas superpastejadas, com os animais permanecendo no piquete com o capim muito abaixo da altura indicada para a espécie, entre outras causas, por falta de um indicador seguro do momento de saída dos animais.

A busca de um manejo correto, de entrada e saída da pastagem no melhor momento, tem sido um desafio para os pecuaristas e para os cientistas que desenvolvem sistemas de manejo de pastagem.

Um dia após a apresentação da tecnologia empresas interessadas no dispositivo procuraram representantes da Embrapa interessados em adquirir o material. Espera-se que a nova ferramenta ajude o produtor a controlar a taxa de lotação na pastagem e assim evitar o superpastejo ou o subpastejo.

Informações Assessoria de imprensa da Embrapa Gado de Corte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário