quarta-feira, 9 de junho de 2010

Frigoríficos ganham mais na venda da carne com osso

Areceita dos frigoríficos com a venda de carne com osso está maior do que a venda de carne desossada. O que as empresas recebem comercializando a carne com osso mais sebo, couro, miúdos, derivados e subprodutos, o Equivalente Scot Carcaça, tem sido maior do que o Equivalente Scot Desossa, que apura a receita a partir da venda da carne sem osso, mais couro, sebo, miúdos, derivados e subprodutos.

Normalmente, o comportamento observado é o contrário. Veja a figura abaixo:



A margem de comercialização apontada pelo Equivalente Scot Carcaça está em 19,6%, ou seja, aproximadamente 20% acima do valor pago pela arroba do boi gordo em São Paulo. Já o equivalente Scot Desossa, indica uma margem de 18,9%.

Vide Tabela abaixo.




Desta forma, para o frigorífico desossar a carne atualmente é menos vantajoso.


Com informações Scot Consultoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário