sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Pesquisador promove discussão via Internet sobre pecuária e clima

O pesquisador João José Assumpção de Abreu Demarchi, do Instituto de Zootecnia (IZ), fará uma apresentação de slides e participa, simultâneamente, de um chat, quando os visitantes do blog poderão postar dúvidas, sugestões e comentários. O endereço é http://www.agriculturasp.blogspot.com/.

Segundo o pesquisador, a produção de metano (CH4) na indústria agropecuária contribui com aproximadamente 30% do total de gás emitido. "Os ruminantes globalmente produzem de 80 a 103 milhões de toneladas de CH4/ano, o que representa 25% do metano produzido pela humanidade (aproximadamente 3% do total de gases de efeito estufa)", diz João José.

Para contribuir com a discussão, o IZ criou o "Programa de Mudanças Climáticas e Sustentabilidade da Pecuária", que tem como objetivos avaliar o balanço (produção e sequestro) de gases de efeito estufa (CO2 - gás carbônico, CH4 e N2O - óxido nitroso) em diferentes sistemas de produção de carne bovina; identificar tecnologias que reduzam a produção de gases de efeito estufa para cada quilo de carne ou leite bovino produzido; validar procedimentos para garantia de qualidade e rastreabilidade dos produtos gerados, entre outros pontos.

Para Demarchi, para enfrentar as mudanças climáticas, o pecuarista deverá aplicar preferencialmente o "Manual de Boas Práticas de Produção Agropecuária", visando a intensificação e busca do ótimo ambiental dos seus sistemas de produção (tecnologias, manejo, equipamentos e insumos); respeito à legislação ambiental, incluindo desmatamento zero e conservação dos recursos hídricos; capacitação de mão-de-obra; e a terceirização de serviços e diversificação dos sistemas de produção (integração agrosilvipastoril).

Fonte: DBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário